Curta a nossa página
 
24/11/2019 às 00h46 Redação Você está aqui: Home / Camaçari Imprimir postagem

Proerd forma mais 478 alunos na sede do município

Com os braços direitos estendidos, mais 478 alunos da rede municipal de ensino que concluíram a formação pelo Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd) fizeram seu juramento, assumindo perante amigos, familiares e instrutores, o compromisso de por em prática os ensinamentos aprendidos ao longo dos 10 encontros, realizados durante aproximadamente cinco meses.

Os jovens formandos são estudantes do 5º ano das escolas Luís Pereira Costa, Padre Paulo Maria Tonucci, Paulo Freire, Zumbi dos Palmares e Engenheiro Ruy Bacelar, além dos centros educacionais Yolanda Pires e Hidelbrando Lima Filho. Todos vibraram e cantaram com a chegada do mascote do Proerd, o leão Daren, animal símbolo de resistência e força.

A cerimônia marcada por muitos momentos emocionantes teve espaço para homenagem aos instrutores do 12º Batalhão da Polícia Militar, o subtenente PM Francisco Batista e o cabo Anderson Oliveira, pelas alunas da Escola Luís Pereira Costa, Mirele e Lorena, que agradeceram os ensinamentos, carinho e paciência dos professores, fazendo uma referência especial ao cabo Anderson, que na ocasião foi convidado para ser o padrinho da turma de formatura do 5º ano do ensino regular, que acontecerá ao final deste ano letivo.

Quebrando o protocolo e tomado pela emoção, o cabo falou da satisfação que tem em desenvolver o trabalho junto às crianças. “Faço parte do Proerd porque gosto. Tenho prazer em ser chamado nas ruas pelas crianças e receber de volta o carinho delas, saibam que carrego no coração cada um de vocês. Passamos um tempo juntos, que passa rápido, mas foi o suficiente para criarmos laços de amor, amizade e muito respeito”, disse ao aceitar de pronto o convite para ser padrinho de formatura.

Convidados a desenvolver redações sobre a experiência durante a formação do Proerd, os alunos das escolas construíram textos demonstrando o quanto aprenderam durante as aulas. Cada escola teve uma redação escolhida, que foi ranqueada entre as sete unidades de ensino participantes. O primeiro lugar ficou para o estudante Carlos Henrique Soares, da Escola Zumbi dos Palmares, que recebeu certificado e prêmio das mãos do vice-prefeito José Tude.

Carlos Henrique fez a leitura da sua redação e nela expressou seus aprendizados e sentimentos. “Aprendi a importância de relatar as coisas que acontecem com a gente, principalmente as que nos colocam em risco. Aprendi o que é Bullying e que não devemos colocar apelidos e nem fazer xingamentos, pois machuca as pessoas e não quero que façam isso comigo. Conversamos muito sobre as drogas e eu aprendi que álcool e cigarro também são e que apenas maiores de idade podem fazer uso, mas que muitos morrem e adoecem por causa deles. Aprendi sobre tomadas de decisão e que devemos analisar, atuar, avaliar e definir para assim podermos tomar a decisão correta. Eu levarei os ensinamentos por toda minha vida”, disse, finalizando: “eu quero ser um cidadão de bem”. 

O comandante do 12º Batalhão, o tenente-coronel Antônio Sampaio, ressaltou que a Polícia Militar se dedica a oferecer uma instrução de qualidade e que todo processo é acompanhado de perto pela Secretaria de Segurança Pública do Estado. “Vocês precisam ficar atentos às ciladas. Na dúvida, pergunte sempre a alguém que vocês têm como espelho do bem para só depois tomar a decisão”, orientou às crianças.

O vice-prefeito, José Tude, representou o prefeito Elinaldo Araújo durante a cerimônia e destacou que a Polícia Militar está de parabéns. A corporação tem ido além de garantir a segurança pública, tem contribuído para a formação de cidadãos conscientes de seus direitos e deveres. “O processo de orientação dos jovens para que digam ‘não às drogas’ deve ocorrer dentro das famílias, mas também é reforçada pela comunidade escolar”, destacou Tude, ao pedir que as crianças sejam multiplicadoras dos conhecimentos obtidos durante o Proerd para que mais adultos e jovens se mantenham longe da violência e das drogas.

A professora do Centro Educacional Paulo Freire, Rosenilda Ferreira, falou sobre a importância do Proerd. “Com a presença do programa na escola, senti a diferença não só no comportamento dos alunos, mas na maneira de pensar deles, que pôde ser percebida com a leitura das redações dos estudantes”, disse, ao destacar o texto do estudante Antony Luís, que ficou como quinto colocado no ranque de melhor produção textual entre as unidades escolares da sede que contam com o programa.

“Vejo como um diferencial a realização do Proerd na escola, é uma oportunidade valiosa dos nossos alunos compreenderem o que é certo e errado, visto que muitos jovens não possuem uma base familiar estruturada e não possuem uma instrução adequada. E é na escola e também através do programa que eles aprendem sobre os caminhos mais adequados a se seguir, entendem as consequências das drogas e sobre o respeito ao seu semelhante”, declarou a diretora da Escola Municipal Luís Pereira Costa, Aline Neves.

O objetivo do Proerd é oferecer atividades educacionais voltadas à prevenção do uso de drogas lícitas e ilícitas e à violência, bem como estabelecer uma relação de confiança entre a Polícia Militar, o cidadão e a família. Em Camaçari, o Proerd já atendeu mais de seis mil crianças, ao longo dos 12 anos de atuação. Só em 2019, a sede deve atingir um total de 855 crianças formadas até o final do ano, além de mais 976 na Costa da cidade. Atualmente, o programa na Bahia é o terceiro estado do país que mais forma alunos.

Nesta sexta-feira (22/11), além da cerimônia de formatura de alunos da sede, aconteceu pela parte da tarde a solenidade de outros 536 estudantes, dessa vez proveniente de escolas da Costa. São elas: o Centro Educacional Marquês de Abrantes, Eliza Dias de Azevedo, Maclina Maria da Glória, Thomaz Camilo, Giltônia Pereira de Souza e da Amélia Rodrigues. Lá, os alunos são instruídos pelo cabo Ramiro Silva e Sargento da Guia, oriundos da 59ª Companhia Independente de Polícia Militar, com sede em Arembepe.


  Tags:

sem tags

Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.